top of page
Buscar
  • sindivestedesign

Quando a moda costura pensamentos

Pela primeira vez, a "Limiar: Revista de Filosofia EFLCH-UNIFESP" publica um dossiê especial sobre "Moda e Pensamento


Tarcisio D’Almeida & Lilian Santiago

Especial para o EM




A moda e seus desdobramentos têm cada vez mais se ampliado no Brasil. Não somente a moda desfilada nas semanas de moda, mas também a moda como objeto de estudos, de reflexão, a qual é ensinada nos cursos superiores em todo o Brasil e que também subsidia os trabalhos de pesquisas desenvolvidos em monografias de graduações, em dissertações de mestrados e em teses de doutorados, além dos que são apresentados nos congressos científicos da própria área, tais como Colóquio de Moda, Encontro Nacional de Pesquisa em Moda e Moda Documenta, assim como de outras áreas do conhecimento humano.

Um exemplo no qual percebemos quando a moda “desperta” as atenções da comunidade intelectual é quando se torna tema de um dossiê especial de uma prestigiada revista científica. E é exatamente o que acaba de ocorrer com o lançamento do dossiê “Moda e Pensamento: Interfaces”, pela “Limiar: Revista de Filosofia EFLCH-UNIFESP”, da Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade Federal de São Paulo.

Com o impressionante número de 17 artigos, além do editorial e mais 5 ensaios de natureza de depoimentos, a publicação ultrapassou o total de 350 páginas. Traz em suas páginas vários prismas da interdisciplinaridade das relações estabelecidas pela moda com outros campos do pensamento.

A proposta de costurar pensamento e moda acabou mobilizando variadas reflexões alinhavadas a diferentes áreas e campos do saber, ampliando as pesquisas que a moda entrança. Tirando do fio, as origens dos pensamentos acerca da moda podem ser encontradas na filosofia e na literatura, conforme a bibliografia consolidada.

Muito provavelmente por ser a sensibilidade o remate que liga os conceitos e, o que se expressa, a partir deles, na moda. Pensamos, então, em essência e expressão e, o que dessa relação se potencializa por meio da moda, assim como nos escritos filosóficos e literários que têm a moda como cerne. Desse modo, os nomes dos escritores Charles Baudelaire, Oscar Wilde, Stéphane Mallarmé, dos filósofos Georg Simmel, Walter Benjamin e do crítico literário Roland Barthes, dentre outros, são recorrentemente apontados como referências basilares de uma primeira biblioteca sobre a moda.

Todos os autores convidados pensaram a própria existência do complexo fenômeno da moda por entretons variados, tais como a literatura, a semiótica, a filosofia, a arte, a música, o cinema, a história, a sociologia, o jornalismo, a economia e a tecnologia, traduzindo expressões comportamentais dos indivíduos nas sociedades, ao longo dos séculos, em pensamento. E é nessa gama multifacetada – ou de interfaces – que residem as potências da moda em sua existência, mas também na sua realização como forma de produção de conhecimento.

Revistas científicas de moda


Assim como qualquer outro campo do conhecimento humano, a moda também tem publicações científicas no Brasil e em outros países. “Dobra[s]: Revista da Associação Brasileira de Estudos e Pesquisas em Moda” (da Editora Estação das Letras e Cores), “ModaPalavra” (do Departamento de Moda da UDESC); “REAMD: Revista de Artes, Moda e Design” (vinculada a Programas de Pós-graduações da UDESC, UFRPE, UFPE e ABEPEM) e “Iara: Revista de Moda, Cultura e Arte” (Senac SP) são os títulos exclusivos da área da moda e que congregam no Brasil as produções de artigos da comunidade de pesquisadores no país.

No cenário internacional, temos “Fashion Theory: the Journal of Dress, Body & Culture”, editada pela prestigiada autora Valerie Steele, diretora do Museu do Fashion Institute of Technology, em Nova York, que teve seu primeiro número em março de 1997; e, desde 2009, “Fashion Practise: the Journal of Design, Creative Process & the Fashion Industry”; ambas são exemplos de publicações específicas da área da moda, foram lançadas pela Berg Publisher e atualmente são publicadas pela Taylor & Francis.

Outros exemplos de títulos internacionais exclusivos para os estudos sobre moda, vestuário e têxteis são a britânica “Costume: the Journal of the Costume Society of Great Britain” e a norte-americana “Dress: the Journal of Costume Society of America”. Com enfoques em ciência, tecnologia e marketing temos “International Journal of Fashion Design, Technology and Education” (Routledge); “International Journal of Clothing Science and Technology” e “Journal of Fashion Marketing and Management: an International Journal”, ambas publicadas pela Emerald.


OS poucos dossiês de moda no brasil O traço de raridade contextualiza os poucos números dedicados ao assunto moda em publicações científicas no Brasil. O primeiro deles chegou aos leitores no ano de 1972, quando a “Revista de Cultura Vozes”, publicou o dossiê “Sociologia da Moda” (ano 66, n. 3, abril de 1972). “Nexos: Revista de Estudos em Comunicação e Educação”, com o número especial “Comunicação, Educação e Moda” (ano VI, n. 9, de 2002); “Cadernos Pagu” da Unicamp, com a edição “O Risco do Bordado” (vol. 22, de janeiro/junho de 2004); e mais recentemente “Acervo: Revista do Arquivo Nacional”, que publicou o dossiê “Moda e Indumentária: entre Imagens e Artefatos” (vol. 31, n. 2, maio/agosto 2018), são outros exemplos de periódicos que destinaram edições especiais ao assunto moda. Tarcisio D’Almeida é professor adjunto do Curso de Design de Moda da Escola de Belas Artes da Universidade Federal de Minas Gerais (EBA-UFMG), onde lidera o Grupo de Pesquisa Moda: Teorias e Processos Criativos, cadastrado no CNPq. Autor do livro “Moda em Diálogos: Entrevistas com Pensadores” (Memória Visual, 2012) e co-editor do dossiê especial “Moda e Pensamento: Interfaces” da “Limiar: Revista de Filosofia EFLCH-UNIFESP”. Lilian Santiago é professora adjunta do Curso de Filosofia da Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade Federal de São Paulo (EFLCH-UNIFESP). Co-editora do dossiê especial “Moda e Pensamento: Interfaces” da “Limiar: Revista de Filosofia EFLCH-UNIFESP”.

Fonte: EM

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

INFORMATIVO MPME Nº14

Programa "Desenrola Pequenos Negócios" promove Renegociação de Dívidas para MEIs, Micro e Pequenas Empresas O programa "Desenrola Pequenos Negócios" para renegociar dívidas de MEIs, micro e pequenas e

Comentarios


bottom of page