Estilista Fernanda Difuzi fala sobre a máscara como um acessório de moda

28/05/2020

 

Sustentabilidade, expressão do estilo próprio e tendências para o inverno são alguns dos assuntos abordados


A estilista brasiliense Fernanda Difuzi está confeccionando máscaras protetivas em diversos modelos, e doando parte da renda arrecadada ao Instituto Chamaeleon, que cuida de crianças e adolescentes vítimas de abuso sexual e maus tratos, além de acolher mulheres vítimas de violência doméstica.

 

Em entrevista, Fernanda explica porque a máscara se tornou um acessório de moda e dá dicas de como escolher o modelo ideal. Ela também fala das tendências para o inverno e de como combinar a máscara com o look. É importante lembrar que evitar o descarte de tecidos sempre foi uma política da Difuzi, localizada no Hélio do Lago Sul. Confira, abaixo:

 

Porque as máscaras viraram um acessório de moda?

 

Primeiramente, vale destacar que se proteger e proteger o outro é a maior tendência do momento. O fortalecimento de valores como solidariedade e empatia são comportamentos pertinentes a este momento que estamos vivendo, e como a moda é um reflexo do comportamento da sociedade como um todo, muito mais que um simples acessório, as máscaras serão “indicadores de cidadania e respeito ao próximo” Com menos tendência e mais identidade, o uso da máscara já representa tudo isso, pois ao se proteger você estará protegendo o outro e protegendo o outro você estará protegendo toda a humanidade. Sejamos todos conscientes e solidários com esta nova necessidade; o uso das máscaras.

 

Como escolher a máscara ideal?

 

Um primeiro ponto a ser considerado na hora de escolher suas máscaras é observar o conforto: o elástico da máscara não pode dobrar sua orelha e provocar algum tipo de dor, desconforto, ao mesmo tempo que não pode estar largo demais a ponto de a máscara ficar caindo da região do nariz enquanto você conversa, por exemplo. A forma correta de usar a máscara é ajustando-a ao seu rosto sem te apertar em demasia e sem deixá-la caindo do rosto. Depois disso, o ideal é escolher modelos de máscaras com cortes mais anatômicos, ou seja, que seguem as curvas do rosto e por isso acabam proporcionando maior conforto e segurança, uma vez que fecha mais ali na região do nariz, queixo e todo o rosto como um todo.

 

Como escolher a estampa ideal?

 

As estampas transmitem personalidade e estilo. O importante neste caso é a conexão na hora da escolha da estampa, por exemplo, fazer um elo muito forte com algo que verdadeiramente você goste e te traga bons sentimentos ao se ver com sua máscara. Você tem que estar seguro de sua escolha e principalmente se identificar com ela. Vale lembrar a adequação de todo este estilo e personalidade para os ambientes de trabalho. Determinados trabalhos pedem sobriedade no look, por isso, para estes profissionais sugere-se máscaras mais neutras e discretas para não chamarem tanto a atenção dentro do ambiente corporativo. E fora do trabalho, toda irreverência e estilo são permitidos nas escolhas de suas máscaras, que podem ser até mesmo personalizadas.

 

Quais as tendências para o inverno?

 

As tendências para este inverno se associam às tendências para o período pós-pandemia, como uso de acessórios e vestimentas mais cobertas, como Maxi-lenços, vestidos longos e calças. Uso de peças que carregam a ideia de liberdade, conforto e proteção. As mantas, por exemplo, saem das camas e sofás para trazer todo o conforto do lar para as ruas. As sobras e amostras de tecidos são novas aliadas do design. O olhar para a sustentabilidade estará ainda mais presente dentro de toda a cadeia produtiva assim como na decisão de compra do consumidor pós-pandemia.

A estamparia trará flores em dimensões maiores para reforçar o apelo pela esperança na busca por tempos felizes. Veremos ainda mais mensagens estampadas em camisetas e jaquetas para alertar e relembrar valores. A conexão com a natureza e ao momento pós-pandemia será reforçada através dos tons alegres, que trazem calma e, ao mesmo tempo, transmitem uma conexão com o planeta. Uma moda mais descomplicada e sem afetação será uma das principais tendências que vão emergir no período pós-pandemia.

 

Como combinar as máscaras com as roupas?

 

As máscaras, como novo acessório para a montagem de looks, merecem atenção e harmonia no momento de suas escolhas. Aqui valem as mesmas dicas que já usamos com outros acessórios; se atentar à combinação das cores, podendo ser com a escolha de looks monocromáticos, ou seja; uso da máscara no mesmo tom das roupas ou uso de cores complementares, análogas, mix de estampas, uso de roupa lisa com máscara estampada, enfim, as possibilidades são bem amplas, de acordo com o estilo pessoal de cada pessoa.

 

 

 

Máscaras protetivas Difuzi

10% do valor arrecadado ao Instituto Chamaeleon, que cuida de crianças e adolescentes vítimas de abuso sexual e maus tratos e acolhe mulheres vítimas de violência doméstica.
Modelos femininos, masculinos e infantis. 100% algodão, linho ou laise.
Preços: Máscara 100% algodão modelo padrão: R$ 12,00; Máscaras de linho ou Laise: R$ 15,00.
Whatsapp: (61)981001685.
Endereço: Ql 8 cj1, casa 3, na loja Difuzi/Hélio Diff. Sede Lago Sul

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • Ícone Instagram
Instagram
  • Branco Facebook Ícone
Facebook

SINDICATO DAS INDÚSTRIAS DO VESTUÁRIO DO DF 

(61) 3234-0414

SIA trecho 04, lote 1130

Edifício SENAP I (Cobertura)

Guará - Brasília /DF     Cep: 71200040 

© 2018 SINDIVESTE - SINDICATO DAS INDÚSTRIAS DO VESTUÁRIO DO DF