Future Fashion: exposição narra a trajetória de Pierre Cardin

            Colaborador REDAÇÃO Foto REPRODUÇÃO

 


A mostra, em Nova York, reúne peças icônicas da história do designer que impulsionou o futurismo na moda

 

Nos anos 60, enquanto muitos fantasiavam sobre um futuro repleto de robôs e máquinas de teletransporte. O estilista Pierre Cardin incorporou esse futurismo em suas criações e se tornou um dos maiores representantes dessa estética, ao lado de Paco Rabanne e André Courrèges.

 

Agora, entusiastas da moda poderão conferir o trabalho do designer de forma cronológica na mostra Pierre Cardin: Future Fashion. A exposição foi inaugurada no Brooklyn Museum, em Nova York.

O icônico vestido bolha e as roupas unissex da visionária coleção Cosmocorps, lançadas em 1964, feitas com vinil e outros tecidos tecnológicos para a época, são alguns dos itens que estão disponíveis para os visitantes.

 

 

Além das criações fashionistas, a mostra inclui ainda cerca de 170 objetos que apresentam outro lado do estilista. Pierre Cardin como o designer de móveis, acessórios, iluminação e o inventor do conceito de mobiliário de alta-costura – peças de décor meticulosamente manufaturadas.

 

Cardin nasceu na Itália, mas foi naturalizado francês e criado em Vichy. O gosto pela alfaiataria surgiu ainda durante a adolescência, ele aprendeu muito cedo a desenhar, cortar, costurar, encaixar e finalizar roupas. Na fase adulta, teve a oportunidade de trabalhar com Elsa Schiaparelli e foi chefe de alfaiataria da Dior até 1950, quando abriu as portas de seu próprio ateliê.

 

Pierre Cardin foi o primeiro e único estilista do mundo a fazer parte da Academia de Belas Artes de Paris, um dos primeiros designers europeus a ir ao Japão, ainda nos anos 50 e foi o único civil a vestir um uniforme usado por um astronauta da Apollo 13.

 

Ao longo carreira licenciou mais 800 produtos com seu nome, de jeans a latas de sardinha. Empreendedor, também investiu no mercado de gastronomia por meio do restaurante Maxim's, adquirido em 1981 e que possui uma filial inclusive no Rio de Janeiro. 

 

 

Aos 97 anos, ele ainda está no comando do escritório da label em Paris e mantém uma loja na afamada Rue du Faubourg Saint-Honoré.

Pierre Cardin: Future Fashion estará disponível até 5 de janeiro de 2020 no Brooklyn Museum.

 

 

Confira mais imagens da exposição:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Programa imperdível em Nova York!

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • Ícone Instagram
Instagram
  • Branco Facebook Ícone
Facebook

© 2018 SINDIVESTE - SINDICATO DAS INDÚSTRIAS DO VESTUÁRIO DO DF