Setemares investe em loja conceito mirando em novo público

 

 

A etiqueta brasiliense Setemares completa 30 anos em 2019 e, para marcar a ocasião, a empresa de Marcelo Ferreira decidiu investir em uma loja conceito, mirando em um novo público. O ponto recém-inaugurado no Alameda Shopping, em Taguatinga, recebeu ambientação dos artistas Toys & Omik, além de contar com um corner do estúdio de tatuagem Built to Last.

 

 

Presente na capital federal desde 1989, a Setemares é um case de sucesso entre as marcas de roupas nascidas por aqui. Com 15 lojas espalhadas pelas ruas e shoppings de Brasília, a empresa, hoje, tem uma produção que ultrapassa 25 mil peças por coleção, com fornecedores espalhados pelos quatro cantos do Brasil.

 

Depois de três décadas investindo no surfwear, a etiqueta agora se prepara para implementar um DNA mais ligado ao street, com colaborações de peso tanto na estrutura de seus pontos físicos quanto nas roupas. A loja do Alameda Shopping é a primeira a receber o novo projeto da label, intitulado Setemares Lounge.

 

Por lá, além das roupas da marca e dos tênis já vendidos pela companhia (Nike SB, Qix e Öus), os clientes poderão encontrar obras de arte dos artistas Toys & Omik, que também são responsáveis pela ambientação da loja, um pequeno estúdio de tatuagens assinado por Manuel Neto e, de quebra, podem desfrutar uma cervejinha gelada enquanto compram.

 

Para o segundo semestre de 2019, a label prepara, também, uma linha de roupas com estampas criadas pela dupla de grafiteiros mais emblemática de Brasília. De acordo com Marcelo, diretor da Setemares, as mudanças refletem a busca por um novo público.

 

“A gente tá precisando se renovar, pois houve uma mudança no comportamento do consumidor. O surfwear ficou meio batido, então começamos a fazer colaborações para agregar o grafite e a tatuagem ao nosso DNA”, explica.

 

A loja do Alameda é um teste para as futuras reformas que serão feitas nos demais pontos físicos da rede. O endereço do Conjunto Nacional deve ser o próximo a receber o conceito lounge. “Tive uma reunião com o pessoal nesta semana e existe uma real possibilidade de levarmos o projeto para lá”, adianta Marcelo à coluna.

 

Para o idealizador da Setemares, a renovação é uma demanda do público, que hoje não quer apenas comprar uma roupa, mas fazer parte de uma história. “Os últimos quatro anos foram muito amargos. Identificamos dificuldades tanto no consumo final quanto na indústria. Várias fábricas desapareceram com a crise”, destaca o empresário.

 

 

 

Outra preocupação da etiqueta é com o as vendas on-line. No ar há pouco mais de um ano, o e-commerce da marca representa, atualmente, uma boa parcela de suas vendas diretas. “Entramos um pouco tarde nesse segmento, mas hoje temos uma plataforma atualizada e funcional, com vendas para todo o Brasil. E nossas redes sociais se tornaram o principal canal de divulgação e relacionamento com o cliente. O intuito é aprimorar ainda mais esse campo”, finaliza Marcelo.

 

Para outras dicas e novidades sobre o mundo da moda, não deixe de visitar o meu Instagram. Até a próxima!

Colaborou Danillo Costa

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • Ícone Instagram
Instagram
  • Branco Facebook Ícone
Facebook

© 2018 SINDIVESTE - SINDICATO DAS INDÚSTRIAS DO VESTUÁRIO DO DF