• Ícone Instagram
Instagram
  • Branco Facebook Ícone
Facebook

© 2018 SINDIVESTE - SINDICATO DAS INDÚSTRIAS DO VESTUÁRIO DO DF

Veteranos da moda brasiliense se unem para desfile no Brasília Trends

 

A primeira edição do Brasília Trends começa no dia 22/11, trazendo novos talentos e, principalmente, valorizando estilistas já consagrados. O Projeto Síntese, por exemplo, reúne os veteranos Sandra Lima, Viviane Kulczynski e Romildo Nascimento em desfile coletivo. A intenção é mostrar a evolução do trio ao longo dos anos, desde que venceram edições distintas do concurso de novos talentos do Capital Fashion Week (CFW) – primeiro evento de moda da cidade.

 

Vem comigo saber mais!

O projeto é uma homenagem à empresária Marcia Lima, idealizadora do Capital Fashion Week.

 

“Somos três estilistas que saímos do CFW e resistimos ao tempo, às adversidades e deficiências do mercado local, onde a única opção é reagir para se manter funcionando”, afirma Viviane.

 

Viviane Kulczynski

A jornalista Viviane Kulczynski integrou o lineup do CFW em 2014, vencendo o concurso de novos talentos com coleção inspirada nos cobogós. Contudo, a pupila de Jum Nakao e Shingo Sato já trabalhava com criações para o segmento infantil há dois anos, o que permitiu à designer levar à passarela peças com acabamento impecável.

 

Sua estamparia exclusiva é o maior diferencial da marca e até hoje conquista consumidores das principais lojas colaborativas do DF. Para o novo evento de moda, o Brasília Trends, a estilista levará um start de sua nova coleção, feita com várias referências do cordel. “Recentemente, o cordel se tornou patrimônio imaterial do Brasil, o que me motivou a criar esse trabalho. Vou retratar essa arte, principalmente, por meio de estampas”, adianta.

 

O cordel, geralmente, é feito em preto e branco, mas na passarela de Viviane a neutralidade será substituída por uma cartela de tons terrosos. O verão da designer será marcado por roupas fluidas, com modelagens menos ajustadas ao corpo. “Vou usar seda, crepe e neoprene, que, normalmente, é utilizado para peças justas, mas aqui ganhará novas possibilidades. A maioria dos looks será composta por saias e blusas”, conta Vivi.

 

Confira algumas peças da estilista:

 

Sandra Lima

 

Em 2006, quando Sandra foi uma das vencedoras do concurso de novos talentos do CFW, o estilista Jum Nakao apelidou suas peças de “roupas-obra”, uma referência ao caráter conceitual e artístico da designer. Sua criação orgânica voltada à modelagem tridimensional marcou a moda brasiliense em vários momentos e levou a artista às vitrines da Novo Desenho, a loja do Museu de Arte Moderna de São Paulo.

 

Sempre criativa, Sandra já reinterpretou botões, bojos e até peças de Lego em suas criações, mas hoje busca um meio termo entre seu desejo de vanguarda e vendas. “Jum Nakao me ensinou que tudo pode ser vendido se você souber a quem oferecer. Durante os últimos 10 anos, tenho trabalhado de forma intuitiva, para um público muito específico, mas quero ter mais os pés no chão. Acabei de me aposentar do serviço público, que me tomava muito tempo, comprei uma casa em São Paulo e estou desfrutando melhor Brasília. Estou em minha melhor fase e quero pensar minha produção com mais carinho. Fazer algo mais compreensível”, explica.

 

A preocupação com o lado comercial, no entanto, não abala o DNA da marca ou sua peculiar forma de expressão. “Quando penso em passarela, eu me nego a fazer algo voltado ao comércio. Essa plataforma exige um pouco mais de conceito. É um show! Para este desfile, quero caminhar pelo universo de Jum Nakao, Shingo Sato e Julian Roberts, trabalhando a moldagem tridimensional que aperfeiçoei durante os últimos anos”, revela.

 

Conheça alguns trabalhos de Sandra:

 

Romildo Nascimento

Romildo Nascimento foi descoberto por Márcia Lima em 2006 e faz sucesso desde então. Nascido em Gravatá, o pernambucano trouxe as texturas de sua terra para as próprias criações e chamou atenção do mercado brasiliense com sua irreverência. Em 2012, participou do quadro Estilista Revelação, do TV Xuxa, no qual terminou na segunda colocação.

 

Radicado em Ceilândia, onde mantém sua loja, o designer já assinou coleções para a gigante nordestina Cattan e para Debora Bertti, foi homenageado pela Fnac e vestiu diversas personalidades, como Elba Ramalho, Adriane Galisteu e Ellen Oléria. Recentemente, tem voltado seu trabalho à moda masculina.

 

No Brasília Trends, inclusive, Romildo vai apresentar apenas seu menswear. Em um mood de veraneio, o estilista trabalhará com modelagens mais folgadas. “Eu sempre fiz roupas bem justas, mas acho que meu cliente amadureceu e está buscando por conforto.

 

Mesmo sendo verão, não devo abrir mão das jaquetas. Vou fazê-las em materiais mais leves, para serem usadas à noite”, diz ele, a caminho de Goiânia para comprar as matérias-primas para sua nova coleção.

 

As produções do estilista incluem camisas, shorts e vestidos:

 

O Projeto Síntase desfilará no sábado (24/11). “Reunir nomes como Romildo, Sandra e Viviane é sensacional. Porque a gente não está reunindo apenas o trabalho deles, mas uma parte da história da moda de Brasília em torno de uma novidade, o Brasília Trends. Estamos muito orgulhosos de sermos palco desse acontecimento”, afirma Fernando Lackman, curador do evento.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square