Vânia Ladeira apresenta coleção masculina de joias

 

Reconhecida internacionalmente por suas joias arrojadas, autorais e artesanais, a artista plástica e designer Vânia Ladeira estreou a sua primeira coleção masculina, no Museu Nacional de Brasília, no Conjunto Cultural da República, na Esplanada dos Ministérios. Os modelos criados pela designer foram inspirados nas formas arquitetônicas da capital federal para celebrar os 35 anos de carreira do produtor de eventos e cerimonialista César Serra. A noite contou com uma exposição fotográfica assinada por Bruno Stuckert. O renomado fotógrafo clicou 12 homens de diferentes profissões e personalidades com algumas das 40 peças que compõem esta primeira coleção.

 

A coleção, que será apresentada em agosto, em São Paulo, e no mês de outubro em Estoril, Portugal, homenageia a trajetória de César Serra como um profissional que conquistou Brasilia e foi conquistado por ela. “Pensamos também em um homem urbano e que gosta de se adornar.”, diz a designer sobre o homenageado que com a sua expertise trabalhou na construção de centenas de sonhos ao produzir casamentos em Brasilia, no Brasil e no exterior como destination wedding.

 

A ideia da coleção César Serra by Vânia Ladeira surgiu em meados de 2017 e vários modelos remetem à cidade, a exemplo, da pulseira JK e dos anéis Paranoá, Athos Bulcão, Catedral, Museu da República e Palácio. A “Tesourinha” transformou-se em trevo da sorte pelas mãos da designer. As peças com tiragem limitada têm preços que variam entre R$ 500, 00 e R$ 20 mil. Praticamente toda a coleção apresenta o fio retorcido, característica do trabalho de Vânia Ladeira.

 

 

 

 

 

 

Às criações masculinas incluem peças confeccionadas em prata branca e negra e ouro nos tons rouge e amarelo com diamantes negros, chocolates e off-white, além de gemas coloridas como topázio London, citrino Rio Grande, Peridoto, lápis-lazúli, malaquita e turmalina melancia. A coleção apresenta anéis arquitetônicos, gargantilhas, abotoaduras, pulseiras (com gemas naturais, couro de diversas tonalidades e sofisticados fechos) e brincos. Os escapulários trazem um novo conceito de utilização das joias pelos homens ao apresentar medalhas com cravação dos nomes dos filhos e pets. Algumas peças possuem diversas possibilidades de uso ao serem usadas com correntes em metal ou com o couro trançado. A coleção inclui ainda alianças de compromisso e pontos de luz.

 

“O conceito desta coleção é agregar, partilhar e desmistificar o uso dos adereços pelos homens. Algumas peças despertarão o interesse das mulheres já que podem ser usadas também por elas.”, comenta a designer. Vânia, em conjunto com César Serra, convocou 11 personalidades que se destacam em suas profissões e têm uma relação especial com a cidade para serem clicados com as joias pelo fotógrafo Bruno Stuckert. São eles: Alexandre Albanese (chef de cozinha), Alexandre Carvalho (advogado), Christus Nóbrega (artista plástico), Bruno Stuckert (fotógrafo), Glauber Silva (atleta da natação), Leandro Augusto “Grillo Tatoo” Pedroso (tatuador), Gustavo “Guga Camafeu” Santana (músico), João Camargo (alfaiate), Luiz Paulo Machado (diretor da Febracis) e Ricardo Maia (cabeleireiro e maquiador).

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • Ícone Instagram
Instagram
  • Branco Facebook Ícone
Facebook

© 2018 SINDIVESTE - SINDICATO DAS INDÚSTRIAS DO VESTUÁRIO DO DF