GOVERNO FEDERAL LANÇA O PROVA – LABORATÓRIO BRASILEIRO DE INOVAÇÃO DO VAREJO – PARA ESTIMULAR O SETOR E APOIAR UMA RETOMADA DO CRESCIMENTO

Estruturado e administrado pela Pieracciani, o ProVa é uma iniciativa inédita na América Latina que reunirá novas tecnologias, mentoria, coworking e mais de 102 atividades e experiências nos próximos 2 anos

 

Acolher, inspirar e apoiar na mudança. Este é o propósito do ProVa, um espaço que foi inaugurado no dia 7 de junho no Shopping Frei Caneca, em São Paulo, para atender e capacitar varejistas de médio porte de todo o Brasil, preparando-os para competir e recuperar um setor que impacta em 47,4% do PIB brasileiro, segundo estudo da SBVC (Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo).

 

Com investimento de aproximadamente R$ 4 milhões, o projeto é liderado pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), em parceria com a Secretaria de Comércio e Serviços do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços – SCS/MDIC, e estruturado e gerenciado pela consultoria Pieracciani Desenvolvimento de Empresas, especializada em inovação.

 

“Esta é uma das entregas mais importantes do governo nos últimos meses e que, com certeza, irá beneficiar o setor varejista brasileiro pelos próximos dois anos”, comentou Guto Ferreira, presidente da ABDI, durante a solenidade de abertura.

 

Localizado no primeiro andar do shopping, em um espaço de 260m², o ProVa funcionará de segunda a sexta-feira, das 10h às 22h, com atendimento gratuito. “A ideia de implantar um espaço de inovação dedicado ao varejo surgiu de uma demanda do setor produtivo diante da necessidade de atender o novo perfil do consumidor cada vez mais exigente e conectado”, explica Guto Ferreira, Presidente da ABDI. De acordo com Valter Pieracciani, sócio-diretor da consultoria, o espaço é totalmente diferente de todas as iniciativas já existentes no Brasil e na América Latina.

 

“Após muitos estudos e entrevistas com centenas de varejistas, desenvolvemos o ProVa para ser referência ao setor. O varejista terá uma experiência única, a começar pelo café/bar, onde serão servidas bebidas temáticas relacionadas a ferramentas de gestão. Desde a conversa com o bartender à sessão de mentoria, o empresário estará imerso no ambiente de inovação e em contato direto com consultores especialistas”, explica Pieracciani.

 

O ProVa abrigará áreas de coworking, ilhas de tecnologias, salas de eventos e uma loja conceito, onde o varejista poderá vender seus produtos no shopping por um período determinado. Ao longo de dois anos, 102 atividades estão previstas, como meetups, ciclos de design thinking, feiras e workshops. A expectativa é receber, nesse período, 10 mil tomadores de decisão do varejo. “O Laboratório nasceu para fortalecer a conexão entre empresas varejistas, agentes de inovação, empreendedores, investidores, aceleradoras, academia e governo. Será um espaço indutor de transformação no varejo brasileiro”, adianta Eduardo Tosta da ABDI, coordenador do projeto. Nesta primeira fase, o setor de destaque será o de moda (vestuário, calçados e acessórios), mas todos os demais segmentos terão espaço.

 

Durante a cerimônia de abertura, Tosta ressaltou todo o trabalho de pesquisa realizado previamente, em parceria com a Pieracciani, para identificar as necessidades do setor. “Atender o varejo agora é aqui no ProVa”, comemorou.

 

O ProVa é uma aposta do governo para capacitar e recuperar o setor, que apresentou, em 2016, o pior ano de sua história: mais de 108 mil lojas fecharam as portas e 182 mil trabalhadores ficaram sem emprego, segundo estudo da Confederação Nacional do Comércio (CNC). Em 2017, o comércio varejista brasileiro cresceu 2%, de acordo com pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado foi influenciado pelas vendas de móveis e eletrodomésticos, que subiram por conta da queda das taxas de juros. Mas ainda há muito a ser recuperado.

 

Além da estrutura física, o ProVa contará com um ambiente digital para conectar indústrias, governos, empreendedores e investidores do setor. “Vamos viabilizar soluções aos grandes desafios do varejo, que são: reinventar o negócio, atender ao novo consumidor, criar novas experiências de consumo e competir em um mundo digital”, acrescenta Pieracciani.

 

Para sobreviver, as lojas precisam se reinventar e se adaptar ao novo padrão de consumo, que exige do varejista oferecer novas experiências ao cliente, praticidade, comodidade, excelência no atendimento, maior grau de relacionamento e integração dos canais de venda digital e físico, tornando o ato da compra uma experiência inesquecível.

 

Para o sócio-diretor da Pieracciani, o varejista físico precisa ser muito mais que um distribuidor de produtos. “Tem que ser empresário, no sentido de planejar o negócio, conhecer seus clientes e aplicar processos e tecnologias em sua operação. Uma simples mudança pode impactar positivamente no seu negócio. A ABDI está consciente de que é hora de agir e está investindo para alavancar um setor que gera muitos empregos e riqueza para o Brasil”, conclui o executivo.

O Ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Jorge de Lima, também prestigiou o evento e destacou o empenho da ABDI pelos projetos entregues ao longo dos últimos dois anos, em especial o ProVa. “É isso que queremos, entregar algo que foi amplamente debatido com o setor. O comércio e o varejo precisam estar conectados com o que acontece no mundo. Acompanharei as atividades de perto e não tenho dúvidas de que teremos soluções inovadoras”, acrescentou o ministro.

 

“Estou entusiasmado em ver um Brasil mais competitivo, moderno e tecnológico. Precisamos acelerar o processo de inovação. O ProVa é uma ideia muito bacana porque está dentro de um shopping, sendo acessível a várias empresários, além de promover um espaço de inovação e interação,  onde as pessoas podem trazer suas ideias”, destacou o deputado federal Vitor Lippi.

 

Já o Secretário de Comércio e Serviços, Douglas Finardi Ferreira, falou da importância da parceria entre os setores público e privado para entregas concretas ao varejo brasileiro, como é o caso do ProVa. “Gostaria de fazer um agradecimento especial a todos os que apoiam o setor varejista, que é tão importante para a economia”, finalizou.

 

Para a Pieracciani Desenvolvimento de Empresas, responsável pela execução do Laboratório, ter o ProVa funcionando é motivo de orgulho e satisfação para todo o time que esteve envolvido full time para que tudo estivesse pronto e funcionando. “Estamos muito animados com este projeto, que trará conteúdo de qualidade e gratuito aos varejistas de todo o Brasil, para que se capacitem, se desenvolvam e, consequentemente, elevem suas vendas”, finalizou Valter Pieracciani, sócio-diretor da consultoria.

 

A programação de eventos no espaço ProVa já está disponível em www.provalab.com.br.

 

Fotos: Silvia Boriello e Divulgação

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • Ícone Instagram
Instagram
  • Branco Facebook Ícone
Facebook

SINDICATO DAS INDÚSTRIAS DO VESTUÁRIO DO DF 

(61) 3234-0414

SIA trecho 04, lote 1130

Edifício SENAP I (Cobertura)

Guará - Brasília /DF     Cep: 71200040 

© 2018 SINDIVESTE - SINDICATO DAS INDÚSTRIAS DO VESTUÁRIO DO DF