Roupas inteligentes se tornarão uma indústria de US$ 1 bilhão em 2020

Se você acha que as roupas inteligentes são uma tendência passageira e irão desaparecer na obscuridade, então você está enganado. Um novo estudo da Juniper Research descobriu que o mercado de wearables começou a mudar de dispositivos baseados em pulso, como smartwatches e rastreadores de fitness, para roupas conectadas. A Juniper Research é uma empresa que fornece serviços de pesquisa e análise para o setor global de comunicações de alta tecnologia.

Eles preveem que as roupas inteligentes serão o setor da tecnologia vestível com crescimento mais rápido, em relação aos dispositivos inteligentes portáteis, nos próximos dois anos, se tornando uma indústria de US $ 1 bilhão em 2020. A nova pesquisa sobre wearables inteligentes, listou smart clothes (102% CAGR) em primeiro, smart glasses (98%) em segundo, smart jewellery (55%) em terceiro, hearables (31%) em quatro e finalmente smartwatches (31%) em quinto.

Os resultados da pesquisa foram baseados em estratégias, oportunidades e previsões entre 2018-2022. Suas descobertas gerais foram de que o mercado de wearables inteligentes atingiria quase 350 milhões de dispositivos vendidos até 2020. O maior mercado para esses serviços baseados em assinatura será o setor de saúde, com receita estimada em US $ 2,5 bilhões até 2022. Com o mercado de wearables atualmente dominado por smartwatches, muitas pessoas de dentro do mercado previram o fim dos wearables ligados ao pulso, à medida que roupas inteligentes ganham popularidade.

 

 

“Ninguém na indústria quer admitir, mas o pulso provavelmente não é o melhor lugar para colocar um monte de sensores, e o rastreamento de atividades pode nem ser o melhor uso para todos esses sensores. Se quisermos que os wearables se tornem realmente usáveis, as empresas precisam começar a olhar para as roupas que usamos todos os dias de nossas vidas” disse Malarie Gokey da Digital Trendsem 2016.

 

Pode haver alguma verdade nessas previsões de “fim dos wearables”, mas no momento, 137 milhões de dispositivos inteligentes devem ser vendidos em 2018. De acordo com a Juniper, o crescimento vai desacelerar, chegando a quase 190 milhões até 2020, pois o ciclo de vida dos dispositivos aumenta conforme menos recursos novos e um foco de software atrasa as compras repetidas.

 

Em conclusão, a Juniper espera que as roupas conectadas se acelerem nos próximos anos, graças à evolução do tecido condutor, juntamente com roupas esportivas inteligentes de empresas como Sensoria, Lumo e Under Armour. Este setor venderá mais de 7 milhões de unidades até 2020, antes de atingir quase 30 milhões em 2022.

 

 

Fonte: Juniper Research

Fonte: Stylo Urbano.

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • Ícone Instagram
Instagram
  • Branco Facebook Ícone
Facebook

© 2018 SINDIVESTE - SINDICATO DAS INDÚSTRIAS DO VESTUÁRIO DO DF