top of page
Buscar
  • sindivestedesign

Costureira lucra com 'camisa do cuscuz' e outras peças inspiradas em Pernambuco

Rafaela Mendes confecciona as peças com retalhos e sobras de tecido, tornando o negócio sustentável. Durante o mês de carnaval, ela prevê um faturamento de R$ 50 mil.

Rafaela Mendes começou a empreender “na raça”. Com R$ 400, comprou uma máquina de costura usada, aprendeu a costurar vendo vídeos na internet, fez algumas peças para ela e outras para os amigos, momento em que viu uma oportunidade de lucrar.

“Meus amigos começaram a indicar para outras pessoas”, lembra.

A jovem confecciona vestidos, camisas e blusas. O diferencial está nas estampas, que são coloridas e com figuras da cultura popular de Pernambuco.


“A gente tem aqui a camisa do cuscuz. A gente transformou o cuscuz em um símbolo da cultura pernambucana. Tem o cuscuz dançando frevo, tem o cuscuz jangadeiro, tem o cuscuz na janela de Olinda”, explicou.

Além disso, a marca tem uma pegada que encanta o consumidor: a moda sustentável.

Uma peça feita com retalhos demora três vezes mais do que uma tradicional e, além disso, é 30% mais cara. Porém, isso não interfere na venda, pelo contrário.

“Porque as pessoas querem ser únicas e as peças de retalho são peças únicas. Mesmo que a gente faça na mesma composição de cor, nenhuma peça fica igual, porque cada retalho tem sua história.”

Outra estratégia é aumentar ainda mais a visibilidade da marca. Rafaela consegue estar em pontos importantes, como uma loja compartilhada dentro de um shopping.

Dividido por 35 inquilinos, o custo da operação cai e a margem de lucro aumenta. A marca de roupa sustentável também está em outras três lojas colaborativas de Olinda e Recife.

Por conta do carnaval, durante o mês de fevereiro, Rafaela prevê vender 600 peças e faturar R$ 50 mil.



Fonte: G1 GLOBO

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Copom mantém a taxa Selic em 10,50% a.a.

O ambiente externo mantém-se adverso, em função da incerteza elevada e persistente sobre a flexibilização da política monetária nos Estados Unidos e quanto à velocidade com que se observará a queda da

コメント


bottom of page