top of page
Buscar
  • sindivestedesign

Conheça a Zinc, marca de Brasília que tem o acessório como estrela

Com loja física na 314 Sul, a etiqueta estimula a ideia de ter a roupa como acompanhamento dos acessórios.

Por definição, o acessório é aquilo que acompanha o principal. A marca brasiliense Zinc Complements cria, então, um paradoxo. Na loja, o acessório é a estrela, e a roupa, o acompanhamento. Ao se garantir pelo detalhe, Flávia Oliveira destaca a etiqueta no cenário nacional e leva a moda de Brasília país afora.


Vem conhecer!

Na Zinc, a roupa é feita para o acessório


Apaixonada por moda desde cedo, Flávia Oliveira sempre esteve conectada com o mundo dos acessórios. O início do percurso que viria a dar origem à Zinc foi fomentado pela própria criatividade e vontade de valorizar seus visuais.

Funcionária pública, ela desenhava e executava acessórios para si mesma. “As pessoas foram gostando e comecei a me aprofundar mais nas técnicas”, relembra o momento em que passou a criar para outras pessoas.

Em meados de 1989, a notoriedade das peças cresceu, até que uma loja a chamou para produzir acessórios para uma coleção. Nesse momento, a produção aumentou exponencialmente, até a criação de uma loja de atacado, que logo se tornou uma marca focada em brincos, colares, bolsas, braceletes e chapéus, entre outros itens.

Flávia Oliveira, fundadora da Zinc Complements, na loja da 314 Sul


A loja começou com a venda apenas de acessórios

“Quando fomos convidados para fazer o CFW, sentimos necessidade de criar nossa própria roupa, para servir de base para o acessório. Como teve muita procura depois dos desfiles, não largamos essa linha”, explica Flávia.

Atualmente, a Zinc é uma fusão de acessórios e roupas. As estrelas, contudo, nunca deixaram de ser as peças menores, que abrilhantam o visual, mas são realçadas pela roupa, como conta a fundadora: “É uma marca que atende a cliente em seu look todo. No inverno, introduzimos sapatos, botas, para que a pessoa saia vestida completa da loja. Queremos satisfazer a cliente por completo”.


Desfile da Zinc no Capital Fashion Week


O evento encorajou Flávia a inserir as roupas ao catálogo da loja

Zinc: acessórios do mundo

Com uma trajetória marcada por criatividade, comprometimento e valorização da identidade brasileira, a Zinc Complements, nas mãos de Flávia Oliveira, faz história no mundo da moda. Um dos pilares da label é a propagação dos materiais nacionais.

Sempre antenada às novidades locais, a marca usa a pesquisa para explorar o vasto mundo da moda das cinco regiões brasileiras. Para a próxima coleção, Flávia adiantou à coluna que testes com sementes do Amazonas estão sendo realizados.

“Sempre queremos adicionar, em nossos produtos, algo relacionado a alguma cultura diferente. São elementos sutis que compõem determinados acessórios. Em 2023, por exemplo, trabalhamos com folhas secas do Cerrado em uma coleção”, compartilha.

Um dos principais objetivos de Flávia é passar para os consumidores a noção de que o Brasil é rico em matéria-prima de qualidade. “O que falta no Brasil é a gente transmitir, educar e mostrar para o brasileiro como o que fazemos tem um valor tão grande e é admirado no mundo inteiro”, acrescenta.

Desfile para celebrar o Dia do Algodão em 2023

marca busca representar diferentes regiões do país

Moda Brasília

A coluna deu início à série Moda Brasília em 2021. Toda semana, apresentamos marcas, designers e etiquetas locais, a fim de dar ênfase à moda criada no Distrito Federal, no Centro-Oeste.

O objetivo é compilar iniciativas e empresas que atuam em prol da cadeia produtiva regional de maneira criativa, sustentável e inovadora. Os nomes são selecionados de forma independente pela equipe da coluna, a partir de critérios como diferencial de mercado, pioneirismo e ações que valorizem a comunidade.




Fonte: Metrópoles



4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

INFORMATIVO MPME Nº14

Programa "Desenrola Pequenos Negócios" promove Renegociação de Dívidas para MEIs, Micro e Pequenas Empresas O programa "Desenrola Pequenos Negócios" para renegociar dívidas de MEIs, micro e pequenas e

Comments


bottom of page